1 2 3 4 5 6

Comissão Examinadora

Sub Seção II

Comissão Examinadora de Candidato - CEC

 

Art. 56. A Comissão Examinadora de Candidato é o órgão da CONFRATERES, constituída de TRÊS membros e DOIS suplentes, com conhecimento bíblico, administração eclesiástica, idoneidade moral e espiritual. Parágrafo único. O Presidente da Comissão Examinadora de Candidato será indicado pela Mesa Diretora, e este escolherá o Secretario, Relator e suplentes.

 

Art. 57. Compete a Comissão Examinadora de Candidato:

I. Examinar criteriosamente todo o processo de consagração e recebimento;

II. analisar os casos de consagração e recebimento de Evangelistas e Pastores divorciados, encaminhando a Comissão Jurídica e/ou Conselho de Doutrina, para emissão de Parecer Técnico, retornando a seguir para a CEC, que encaminhará para Mesa Diretora;

III. analisar o reingresso de ministros que foram disciplinados;

IV. encaminhar em tempo hábil, os processos dos candidatos com Pareceres favoráveis ou não, para DEFERIMENTO ou INDEFERIMENTO pela Mesa Diretora e posterior homologação pelo plenário;

V. analisar os processos de reconhecimento de Evangelistas e Pastores provenientes de outras denominações evangélicas de conformidade com o parágrafo único do art. 22;

VI. prestar, por ocasião da Assembleia Geral Ordinária, relatório de suas atividades no período.

 

Parágrafo único. As atribuições desta Comissão estão definidas no Regimento Interno.

 

[Estatuto]

-----------------------------------------------------------------------------------------

CAPÍTULO V

DOS CONSELHOS E COMISSÕES PERMANENTES

Seção VII

Da Comissão Examinadora de Candidatos – CEC

 

Art. 54. São atribuições da Comissão Examinadora de Candidatos – CEC, além da competência estabelecida no art. 57 e incisos, do Estatuto da CONFRATERES:

I. Reunir em local, data e hora previamente definidos pelo Presidente da Comissão;

II. examinar criteriosamente cada processo de ordenação ou recebimento de Ministro, podendo fazer testes que se fizerem necessários para melhor avaliar cada candidato, para posterior emissão de parecer à Mesa Diretora;

III. ir ao local onde um Pastor Presidente de igreja não filiada a nenhuma convenção preside, e que tenha solicitado sua filiação junto a CONFRATERES, para reconhecimento, esclarecimentos e outras informações que se fizerem necessárias;

IV. solicitar à Assessoria Jurídica Parecer Técnico Jurídico, quando se fizer necessário;

V. enviar Relatório das atividades a Secretaria Geral, com no mínimo QUINZE dias de antecedência, conforme art. 57, inciso VI, do Estatuto, mesmo não havendo nada a relatar, para conhecimento do Presidente da Mesa Diretora e “referendum” em Assembleia Geral Ordinária de fevereiro e agosto.

§ 1.º Os custos com deslocamentos e hospedagem que se fizerem necessários para auxiliar os pastores presidentes das igrejas representadas ou não, serão por conta da mesma.

§ 2.º O “quorum” para a reunião da Comissão Examinadora de Candidatos será de metade mais um, e aprovação de matéria pela votação da maioria simples.

 

[Regimento Interno]



Construção da Nova Sede CONFRATERES

Iniciamos um mutirão para a concretização de mais uma conquista. Contribua para a construção do Templo da nova Sede da CONFRATERES, depositando qualquer valor na Agência 1241-6, Conta Corrente 3040410, Banco do Brasil. Contamos com a sua participação. Deus o abençoe... Obrigado!

 

Parceiros